SlimBrowser

SlimBrowser 6.01.094

Navegador simples e com recursos extras muito úteis

Talvez o navegador perfeito para você seja o SlimBrowser. Além de rápido, o SlimBrowser possui o já conhecido sistema de navegação por abas e algumas outras funções bastante interessantes. Ler descrição completa

PRÓS

  • Grátis
  • Ótimo desempenho
  • Rápido ao abrir e carregar páginas
  • Navegação por sistema de abas

CONTRAS

  • Tradução ao português incompleta
  • Sistema de abas estranho no começo
  • Visual cansativo

Bom
7

Talvez o navegador perfeito para você seja o SlimBrowser. Além de rápido, o SlimBrowser possui o já conhecido sistema de navegação por abas e algumas outras funções bastante interessantes.

A escolha de um navegador depende das funcionalidades e do gosto de cada pessoa. Às vezes é difícil tentar explicar porque alguém prefere o Firefox ao Internet Explorer ou o Opera ao Safari. De qualquer forma, experimentar é sempre a melhor forma de escolher sem errar.

O que mais chama a atenção no SlimBrowser é o sistema de bloqueio de popups. O chamado “exterminador de popups” é bastante eficaz e totalmente configurável. Outro ponto positivo é o filtro de URLs. Banners, animações em flash e iframes também podem ser bloqueados.

Quando você instala o SlimBrowser, vê que existe uma barra padrão com diversas ferramentas de busca pré-configuradas. O visual futurista é um pouco confuso no começo, mas em pouco tempo você pega o jeito do SlimBrowser. Prove o SlimBrowser e veja se esse é o navegador que você tanto queria.

SlimBrowser

Download

SlimBrowser 6.01.094

— Opinião usuários — sobre SlimBrowser

  • AlmadaCrazy

    por AlmadaCrazy

    "Simplesmente ruim."

    SlimBrowser é o que pode ser chamado de navegador ruim.Sistema de abas confuso,trava muito,lento,visual enjoativo.Muitos... Mais.

    escrito em 5 de setembro de 2012

  • David.Moya

    por David.Moya

    "Em português"

    Para usar o SlimBrowser em português, cliquem em Languages>Interface Language>Download Interface Language ... Mais.

    escrito em 17 de setembro de 2010